Login: Senha:

Médico Encontre seu Médico

* campos obrigatórios


 Menu

  Home
  Especialidades
  Notícias
  Sistema On-line
  Quem Somos
  Entre em Contato
  Anuncie
  Indique o site
Receba Notícias
Redes Sociais:




Veja o Ginmed no Facebook Acesse o Blog do Ginmed Veja o Ginmed.com.br no Orkut Siga o Ginmed.com.br no Twitter

2/12/2010 - Combate ao cólera no Haiti

O Ministério da Saúde autorizou a transferência de US$ 1 milhão da Organização Panamericana de Saúde (OPAS) do Brasil para a do Haiti. Os recursos serão aplicados na aquisição de todos os equipamentos e na manutenção por três meses do Centro de Tratamento da Cólera na cidade de Carrefour (Haiti). Ali, profissionais brasileiros e cubanos prestarão atendimento à população acometida pela epidemia que já matou cerca de 1,7 mil pessoas.

A verba permitirá a instalação e a manutenção de 110 leitos para tratamento do cólera. Eles serão divididos em cinco tendas, que ocuparão área total de 230 m². O Centro é fruto de uma parceria entre Brasil e Cuba. Enquanto os brasileiros fornecem os recursos financeiros necessários e os profissionais da área de saúde (total não pré-estipulado), o atendimento direto aos doentes ficará a cargo de 10 médicos, 20 enfermeiros e 15 auxiliares gerais cubanos.

"Com a transferência de recursos autorizada, iniciamos a fase de compra de equipamentos em países vizinhos ao Haiti. O Centro entra em funcionamento 72 horas após essa aquisição e a montagem serem concluídas", afirma o coordenador do comitê gestor em saúde Brasil-Cuba-Haiti, Carlos Felipe D'Oliveira, que embarca no próximo domingo (dia 5) para conferir o andamento do processo.

"Escolhemos Carrefour porque é onde construiremos uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Além disso, desde 19 de outubro, estamos formando ali 60 agentes comunitários de saúde, que podem reforçar o atendimento aos doentes a partir de fevereiro, quando concluem o treinamento", completa o coordenador.

VACINAS

Segundo informações da OPAS, até 2 de dezembro a epidemia de cólera havia matado 1.751 pessoas no Haiti. Atualmente, há 75 mil casos confirmados e eles podem chegar a 400 mil casos dentro de três meses. Para conter a epidemia, o Ministério da Saúde do Brasil trabalha em parceria com Cuba e Haiti. Um dos compromissos assumidos é apoiar o programa de vacinação ampliado haitiano. E o Brasil já começou a comprar as vacinas que serão usadas no país durante dois anos (2011 e 2012).

Por meio do Fundo Rotatório da OPAS, o Ministério da Saúde está adquirindo 12,2 milhões de doses de vacinas DT (difteria e tétano adultos); 3,6 milhões de doses da DPT (difteria, tétano e coqueluche), além de 3 mil doses de vacinas antirrábicas. O custo total com vacinas será de US$ 1.915.408 (cerca de R$ 3,5 milhões).

COOPERAÇÃO

A ajuda humanitária ao Haiti já é o maior projeto de cooperação internacional realizado pelo Ministério da Saúde brasileiro. Após o terremoto que atingiu o país em janeiro de 2010, o Brasil priorizou, no primeiro momento, o resgate e o atendimento de pessoas feridas. Em seguida, as atenções foram voltadas para a oferta de serviços por meio dos hospitais de campanha e ações de prevenção e controle de doenças transmissíveis. Representantes de diversos ministérios brasileiros atuaram diretamente na ajuda emergencial.

Até o momento, foram encaminhadas ao país caribenho aproximadamente 404 toneladas de medicamentos, como antivirais e antibióticos, materiais cirúrgicos, mais de 100 mil doses de vacinas contra hepatite B e sais de reidratação, entre outros. Além disso, foram enviados 40 kits de medicamentos do programa de atendimento a municípios atingidos por desastres, iguais aos que foram enviados aos municípios de Pernambuco e Alagoas destruídos pelas chuvas em junho último. Cada kit tem a capacidade de atender até 500 pessoas.

Atualmente, a equipe técnica brasileira está desenvolvendo e implementando projetos de infraestrutura e cooperação técnica, fundamentais para a reestruturação dos serviços de saúde do Haiti. O Ministério da Saúde do Brasil trabalha ainda em diversas frentes, como projetos de cooperação para apoio na estruturação de Bancos de Leite e na implantação do Instituto Haitiano de Reabilitação.


Fonte: Ministério da Saúde.


Fonte: Portal Ginmed.com.br






Copyright © 2010 - 2013 Ginmed.com.br - Todos os direitos reservados Criação de sites BH